Instagram

13 agosto 2018

Teatro: peça “Allan Kardec – Um Olhar para a Eternidade” será apresentada no teatro Iguatemi

Imagem relacionada
Com texto de Paulo Afonso de Lima e direção de Ana Rosa, a peça “Allan Kardec – Um Olhar para a Eternidade” chega ao teatro Iguatemi Campinas no fim de semana, de 17 a 19 de agosto.
Em cena, Rogério Fabiano, ator e produtor do espetáculo, revive a trajetória do educador, escritor e tradutor francês Hippolyte León Denizard Rivail, que no século XIX, sob o pseudônimo de Allan Kardec, se dedicou à observação e ao estudo dos fenômenos espíritas. A codificação da Doutrina Espírita colocou Kardec na galeria dos grandes missionários e benfeitores da humanidade.
A maioria do elenco se divide entre dois, três ou mais personagens. No palco, a atriz Érica Collares, também produtora do espetáculo, vive a médium Gertrudes Laforgue e Amélie Gabrielle Boudet (esposa de Allan Kardec). “A história de Amélie e Kardec é muito bonita. Eles eram companheiros em uma vida passada e se reencontram no século XIX. Foi amor à primeira vista. Eram filhos únicos, não tiveram filhos, e estavam unidos na missão do espiritismo. Foram destinados a isso”, conta Érica.
Já Manuela Collares tem entre os seus papéis de destaque: a mãe de Allan Kardec, Madame Rivail, a Madame Plainemaison e a amiga de Kardec Justine Frenard. Figuras fundamentais na transição de Allan Kardec. “A primeira pessoa espírita que ele tem contato é com a culta e fina Madame Plainemaison. Ele a visita pretendendo desmascará-la, mas Allan receberá uma mensagem do além, que o fará mudar radicalmente e começar a codificação do espiritismo”, esclarece Ana Carolina. Outros integrantes do elenco são Claudio Gardin – que interpreta o Professor Fortier, o Padre católico e o tio Maurice – e Pedro Roquete Pinto, como o Mago Lacazze, o Professor Pestalozzi, o médium Jean Paul e o Espirito da Verdade.
Sob a direção de Ana Rosa, o espetáculo pretende alcançar um público eclético, formado por simpatizantes dos assuntos espirituais, por aqueles que buscam respostas às suas indagações e por pessoas que simplesmente acreditam na eternidade da alma. Nesta peça, a curiosidade pelos assuntos espirituais está ligada ao objetivo da equipe em contar boas histórias, de fazer um bom espetáculo e atender ao público.
Horário: às 21h na sexta-feira; 21h30 no sábado; 19h no domingo
Recomendado para: Todas as idades
Preço: 70 (inteira), 35 (meia)